domingo, 31 de agosto de 2008

Tudo começa com ratos?

Será que estamos mais próximos da imortalidade ou do controle total da mente?

Foi recentemente criado um robô que não é controlado por microchips conectados a placas de circuitos, nem por qualquer outra forma tradicional: ele é controlado por neurônios de ratos.Dessa forma, o "cérebro" do robô está nesse pote circular da foto, contendo um caldo cor-de-rosa de nutrientes e antibióticos, dentro do qual estão 300.000 neurônios de ratos - que continuam a fazer conexões e trocas de informação entre si, da mesma forma que fariam se estivessem dentro de um organismo vivo.Esses neurônios estão conectados a um conjunto de 80 eletrodos, que monitoram a atividade elétrica e a troca de informação entre os neurônios, que podem ser acompanhadas na tela de um computador do laboratório da Reading University, na Inglaterra.Para a criação do "cérebro", o córtex neural de um feto de rato é removido cirurgicamente, e através de aplicação de enzimas os neurônios são desconectados uns dos outros. Esses neurônios isolados são então depositados em uma "cama" de eletrodos, em um ambiente rico em nutrientes - e eles começam a se reconectar.Uma vez reconectados, eles são mantidos vivos e protegidos, e são ligados ao robô e a uma fonte de ultra-som (que emite os sinais elétricos que excitam a comunicação neuronal - e assim informam os neurônios sobre os obstáculos ao redor do robô). Atualmente esse robô consegue evitar colisões com paredes em 80% das experiências.Esses pesquisadores estão procurando controlar essas trocas de informação entre os neurônios e o robô como uma forma de obter maiores conhecimentos sobre como funcionam os cérebros, para que esses conhecimentos sejam aplicados no tratamento de doenças como Alzheimer, Parkinson e epilepsia.E eles não são os únicos pesquisadores nesse campo: em Julho, em uma conferência em Reutlingen, Alemanha, times de pesquisa de todo o mundo apresentaram projetos de conexão de culturas de material cerebral com robôs e simuladores, que são chamados agora de "animats".
Você pode ver o vídeo em inglês no Youtube.
Essa matéria eu colei da seguinte página: http://www.zootropole.com.br/2008/08/rob-com-crebro-de-rato.html

Nenhum comentário: