quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Era do terror, repetição monótona..

Existe a Era do Terror??

“Terror” indica sentir pavor, muito medo, “Terrorismo” é o ato de praticar o terror contra alguém ou uma massa ...

Historicamente o mais conhecido “Período do Terror” que já vivemos foi justamente na época de Enciclopedistas e Filósofos que falavam de “Igualdade, Fraternidade e Liberdade”. Era o século que se acreditava guiado pela Razão, ou seja, por lógica e pensamento organizado. Estávamos no sec. XVIII.. Havia a certeza de que pobres seriam ouvidos, de que a descendência de Reis do Sol seria apenas um conto de fábulas no futuro..De que a rígida e hierárquica Igreja findou seus poderes..Era a vez dos oprimidos..

Guiados pelo pensamento de Rousseau, os amigos Robespierre e Danton fizeram a Revolução, marco divisor de nossa história. No entanto, cabeças rolaram indiscriminadamente, estupros das nobres eram encorajados. Mataram o pobre Luiz XVII, de dez anos de idade, na prisão Temple. Mataram, inclusive, Danton, um dos líderes...

Mataram reis, nobres, clérigos, depois camponeses que eram considerados contra-revolucionários...e só depois perceberam que a fome continuava na França e que a morte alheia não trazia mais comida..Não obstante, acredito que não haja algo mais repetitivo na história do que a palavra “matar”..

A Revolução Francesa foi apenas uma de todas as outras que ainda vivemos...

Antes, os Assírios (1363/1000 a.c) também aterrorizavam na antiga Mesopotâmia, mutilando adversários...A Igreja queimava infiéis vivos na Idade Média. Depois a Revolução Comunista na URSS, China e Cuba, matam mais gente em seus próprios territórios que a peste negra quando invadiu a Europa na Idade Média.. Também vieram os nazi-fascistas . Depois o “Setembro Negro”. Depois o 11 de Setembro. E há muito a Faixa de Gaza. A “repetição” é parte de nosso universo falado...

O inacreditável é que há quem sempre culpe bruxas fantásticas e místicas pelo terror...e quem tenha medo de alienígenas.

Discutimos se tudo isso é racional ou passível de entendimento. Se é lógico vangloriar a razão se não compreendemos o foco exato do terror, de estamos nos matando, usando como artífice uma religião ou a nossa própria defesa...

Os astronautas que puderam ver a terra de longe diziam que era impossível crer que aquele “pontinho” visto de tão longe pudesse ter tanta gente brigando ao mesmo tempo. Parece que sempre fomos um espetáculo de terror. A tecnologia não nos melhorou e ao questionarmos porque sobrevivemos além do Homem de Neandertal, provavelmente não foi por esse tipo de inteligência...Aliás ainda não superamos o tempo de existência na terra que o Neandertal teve...

A diferença dos terrores anteriores é que agora temos satélites para mostrar a tragédia em tempo real..

Será que o terror faz parte de um gene egoísta e potencialmente sádico?

4 comentários:

HIJO DEL ARTE disse...

Repetición monótona...

Lo cierto, es que si observamos la Historia desde tiempos antiguos, Egipto, Mesopotamia, etc.
Veremos, que la Historia es cíclica, que los procesos siempre son los mismos, lo único que cambia es el nombre de las naciones - estado,(los arquetipos) cultura etc. Pero siempre se repiten las mismas pautas de comportamiento, desde un punto de vista objetivo, es perceptible que los individuos siempre hemos buscado la felicidad, creando para ello ciudades estado y dentro de estas las gentes han trabajado sus oficios, para ofrecer al conjunto de individuos de esas sociedades el bienestar, dichos comportamientos, forman parte de un engranaje social, pero siempre con los mismos problemas, porque las bases de estas ciudades estados, carecen de PRINCIPIOS MORALES Y CONOCIMIENTO, Esto quiere decir que poseemos el potencial y las herramientas adecuadas para alcanzar la felicidad, pero no lo hacemos, porque, los valores sociales no son los adecuados, porque los que enseñan los valores a la sociedad, no conocen, lo que Sócrates llama VIRTUD, y como no la conocen, actuan como CIEGOS guiando a otros ciegos, por eso objetivamente creo que se repiten los mismos problemas una y otra vez, la sociedad dentro de su mundo de Maya (ilusión o ilusorio) todavía no ha despertado, no saben que en el Universo existe un Cosmos (orden o ley) que lo rige todo y que nada escapa a la ley... Solo unos pocos en cada época, han mantenido el fuego del conocimiento encendido, para los que en verdad lo buscan, algunos ejemplos de estos hombres son Jesús, Buda, Hermes, Sócrates, Platón, Giordano bruno, Voltaire, Montesquieu y Rousseau (los ilustrados)y muchos más...
El único modo de acabar con el sufrimiento es practicando unos principios morales, de UNIDAD, entendiendo que todos los seres del universo somos UNO, por lo tanto no Harás a nadie lo que no quieres que te hagan, es evidente que el AMOR engendra AMOR y el Odio trae más Odio...
Entonces como Campesinos de nuestro presente, ¿que deberíamos de sembrar?
Amor... Pero con conocimiento
¿puede alguien sembrar patatas y recoger maíz?
¿puede alguien sembrar tomates y recoger plátanos?
NO...
Pues del mismo modo o por la misma LEY, cosecharemos lo que sembremos...
Es evidente que los que creen que gobiernan las ciudades estado, no conocen todo esto... Pues si lo conocieran, entenderían que antes de gobernar una ciudad estado, HAY QUE GOBERNARSE UNO MISMO...
Para ello es necesario el conocimiento y el Amor.
Solo así, acabara el Terror...
Recordemos lo que había escrito en el oráculo de Delfos:

OH! Hombre, conócete a ti mismo...

Gracias a todos por darme la oportunidad de compartir estos momentos de mi vida, con vosotros...

José Manuel

HIJO DEL ARTE disse...

Aqui os dejo un link muy interesante...


http://es.youtube.com/watch?v=nxVwsKNv08Q

Douglas disse...

É ceto que a história venha a ser manchada de guerras snague e mortes,endo esta repetida inúmeras vezes ao linear do tempo.Mas será que história não venha ser isto?Filosofia é pensamento, sociologia seria a ação HIstória são os fatos.O que eu quero dizer é o seguinte, será que se não0 hovesses tantos conflitos, mortes e o escambal evoluiriamos?Chove teorias teses e argumentaçõs de que as guerras e as mortes são necessárias para balanciar a contingencia de pessoas, para não acabar com toda matéria prima eomida,etc. Não sei só tentei abrir espaço para uma outra visão.Desculpe os erros ai

Até mais professora!

HIJO DEL ARTE disse...

Eu penso de que a filosofia é a arte da busca grande, isso acordo nos homens quando estes procuram suas origens no universo?
Certamente isso guerreia etc., repeat durante todo a história, mas eu acredito aquele aconselhável sério estar para fora, de que nós raio da história gostamos de que esta e não depende lá de nós, como quem é assim, sou aconselhável de recordar que nós a essa história são o que nós escrevemos a diário de nossa vida, de nossos próprios punho e letra.
Está fazendo a referência Douglas, a seu commentary sobre se os evolucionariamos se as guerras e aqueles conflitos não ocorressem, mim o confirmassem que se possível para evoluir e de uma maneira mais rápida e mais menos doloroso, mas de muitas de nós aos ignorantes ser de nossos o ignorance do porpia, nós encontramos o tempo e do tempo excesso outra vez a mesma pedra e até que nós não se transforme muitos danos, nós não acordamos. Para que necessário sério meditate em nossos atos e conseqüências e escutar nosso interior, assim alcançar um grau mais grande de conscience e construir conseqüentemente, para o meu, o caro amigo, esse é a evolução?

Um prazer dirige-me a você?


http://www.youtube.com/watch?gl=ES&hl=es&v=GEFz9e0zXb4&feature=related