domingo, 11 de setembro de 2011

A moral em Kant

Vamos falar um pouco da moral em Kant?

Mas, primero, o que entendemos por moral?
Podemos dizer que moral é o que se trata do conjunto de valores, de normas e de noções do que é certo ou errado, proibido e permitido, dentro de uma determinada sociedade, de uma cultura.
E o que é ética?
O termo "ética" é de origem grega, derivada de ethos, que diz respeito ao costume, aos hábitos dos homens. Teria sido traduzida em latim por mos ou mores (no plural), sendo essa a origem da palavra moral.
Ética e moral são sinônimos?
Não! "Moral" é prática de uma ética. Ética é a concepção e moral é a prática. A ética tende a ser universal e não particular.
Agora chegamos ao famoso conceito do "imperativo categórico", que é um dos principais elementos da filosofia de Immanuel Kant. Sua ética e moral têm como base esse preceito. Para o filósofo alemão, imperativo categórico é o dever de toda pessoa de agir, conforme os princípios que ela quer que todos os seres humanos sigam, que ela quer que seja uma lei da natureza humana. Dessa forma, ele chega ao cerne da moralidade. Assim, política está submetida ao imperativo categórico da moral, através da ideia de Estado de Direito, que consiste precisamente na submissão do poder ao direito e da submissão do direito à moral. 
Kant afirma o papel da razão na ética. Naturalmente, o homem não é bom, como notara Jean Jackes Rousseau. Consequentemente, deverá haver o apelo ao racional.
Devemos agir, como se nossa ação, pudesse servir de exemplo para todos, de forma universal.
O agir deve ser racional.
Dito de outra forma, a razão formula os deveres e o homem os obedece.
Agora podemos falar em cidadania:
"Para Kant, cidadania é o mesmo que autonomia, aquilo que permite conciliar a ordem com a liberdade e que só pode efetivar-se através da subversão do direito. É a submissão à autoridade que cada um dá a si mesmo, pelo que importa rejeitar a liberdade sem ordem (anarquia), bem como a ordem sem liberdade (despotismo). " (*) (http://topicospoliticos.blogspot.com/2004/10/imperativo-categrico-o-que.html.

7 comentários:

Anônimo disse...

Placido e Bianca 2°b eu acho que moral é algo que a pessoa tem que conquistar através de seus objetivos

Mara Aline e Lais Ancelmo 2º B disse...

A moral é algo que podemos dizer que se trata do conjunto de valores, de normas e de noções do que é certo ou errado, proibido e permitido, dentro de uma determinada sociedade, de uma cultura,a moral tem a ver com os valores que reagem a ação humana.

Anônimo disse...

moral é quando uma pessoa diz ou faz uma coisa que se trata de consciência e responsabilidade sobre a vida.
cultura e liberdade,pois um pajé tem moral sobre sua tribo.
marcos primeiro c

Anônimo disse...

Moral é o mesmo que etica, são conceitos que vamos construindo atraves de nosso desenvolvimento, praticando atos que consideramos corretos sem a necessidade que sejam impostos por outras pessoas

Amanda Bueno nº 01 1C

Anônimo disse...

Moral e Ética é quando a pessoa passa a se responsabilizar pelos seus atos, e ter a consiencia própria do q se faz!!!
Ou seja,ter noções do que é certo e errado!!!
MATHEUS RICHARD
PRIMEIRO-D

Anônimo disse...

A confusão que acontece entre as palavras Moral e Ética existem há muitos séculos. A própria etimologia destes termos gera confusão, sendo que Ética vem do grego “ethos” que significa modo de ser, e Moral tem sua origem no latim, que vem de “mores”, significando costumes.
Eduardo Henrique 1-D

Anônimo disse...

A confusão que acontece entre as palavras Moral e Ética existem há muitos séculos. A própria etimologia destes termos gera confusão, sendo que Ética vem do grego “ethos” que significa modo de ser, e Moral tem sua origem no latim, que vem de “mores”, significando costumes.
Eduardo Henrique 1-D