sábado, 4 de fevereiro de 2012

Ode à liberdade de pensamento



Que a liberdade de pensamento seja seu mais valioso bem
Que não possa ser negociada, sublimada, subordinada ou esquecida
Que você possa, com ela,
Crer ou não crer, em outros pensamentos..
Que você possa errar ou acertar por si mesmo
Que seja vista por direito natural, inalienável
Que seja punido exemplarmente quem tolher ou denegrir
esse direito natural
Sejam pessoas,
Sejam ideologias,
Seja o Estado
Que muros sejam considerados hediondos
Que sem ela, todos os outros direitos sejam considerados nulos
Todas as Cartas Magnas sejam ilusórias
Proclame-se
Registre-se
Publique-se
Cumpra-se

Homenagem ao soldado alemão Hans Conrad Schumann que saltou sobre uma barricada de arame farpado na rua Bernauer, para o setor de Berlim Ocidental em 15 de agosto de 1961. Foi imortalizado nesta fotografia, quando pulou do outro lado da cerca de arame farpado, que se tornou mais tarde, o Muro de Berlim. Muitos morreram ao tentar atravessar o Muro de Berlim.

Nenhum comentário: